Politica

Cristas diz a Costa: “Cale-se, por favor”

Líder do CDS não quer ouvir Costa a falar sobre Tancos

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, pediu esta sexta-feira ao primeiro-ministro António Costa que não falasse mais sobre o roubo de Tancos.

"Se não tem nenhuma resposta para dar, se insiste em manter um ministro que já não existe aos olhos de ninguém, então o que eu lhe posso dizer é que, por favor, cale-se. Por favor cale-se, porque é demasiado doloroso ver um primeiro-ministro a dizer isto", disse a também candidata à Câmara de Lisboa num recado para António Costa, perante um grupo de jornalistas.

Para Cristas, é "grave" que o primeiro-ministro não saiba ver a diferença entre "responsabilidades funcionais" e "responsabilidades políticas".

A líder democrata-cristã reagia assim às declarações de Costa que, em entrevista à TSF, defendeu o ministro da Defesa, ao dizer que Azeredo Lopes "seguramente nem sabia o que se estava a passar" em Tancos.