Desporto

Brasileira de 67 anos volta a correr com o coração de um campeão olímpico

Ivonette Balthazar marcou presença numa corrida de homenagem ao canoísta olímpico Stefan Henze, de quem recebeu o coração após ser submetida a um transplante

Uma história emocionante. Ivonette Balthazar, brasileira de 67 anos, marcou presença numa corrida de homenagem ao canoísta olímpico Stefan Henze, no passado domingo. Até aqui, de assinalável só o facto de Ivonette ainda correr já quase nos 70 anos. Mas há outro dado muito importante: é que a sexagenária correu com o coração... do homenageado.

Henze, medalha de prata na categoria de slalom C2 nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004, faleceu durante os Jogos do Rio, no ano passado, na sequência de um acidente de viação. O seu coração acabou por ser transplantando para Ivonette, que não escondeu a emoção no regresso à competição, 13 meses depois da última corrida.

"O coração de um atleta olímpico bate em mim. É o coração de um jovem e, como tal, exige mais esforço físico do que o que eu costumava fazer", declarou a brasileira depois de percorrer três quilómetros na praia de Copacabana sem recurso a assistência médica, admitindo ainda o interesse em conhecer a mãe do canoista que, na verdade, lhe salvou a vida.