Politica

Marcelo desmente Teresa Leal Coelho

A presidência da República publicou uma nota reprovando “qualquer tentativa de aproveitamento ou manipulação da sua posição”

Depois de Teresa Leal Coelho ter afirmado que Marcelo Rebelo de Sousa lhe fora “dar uma palavra amiga, de apoio”, a página oficial do Palácio de Belém esclareceu que “o Presidente da República não apoia nenhuma candidatura eleitoral e reprova qualquer tentativa de aproveitamento ou manipulação da sua posição”.

“Esta tarde, quando se dirigia da Igreja do Loreto para Belém, [Marcelo Rebelo de Sousa] cruzou muitos lisboetas em diversas ações de campanha, de pelo menos três partidos, que saudou como sempre faz; quando estava no carro parado no trânsito, cruzou uma quarta candidatura, tendo a cabeça de lista [Leal Coelho] atravessado a rua para o cumprimentar. Nada neste encontro autoriza qualquer interpretação de apoio específico”, diz a nota publicada, contrariando assim o que Leal Coelho antes dissera.

A palavra de “apoio” de Marcelo, então, não aconteceu.

Esta é a segunda vez que a candidata e vice-presidente do PSD é desmentida em campanha eleitoral.