Economia

“Não haverá aumento do IRS”, garante Costa

O primeiro-ministro anunciou “uma nova geração de políticas”.

No primeiro debate quinzenal depois das eleições autárquicas, o primeiro-ministro anunciou “uma nova geração de políticas de habitação”.

Este pacote de medidas pretende, nos próximos oito anos, “reduzir a taxa de esforço das famílias com as despesas de habitação de 35 para 27%” e aumentar o peso da habitação com apoio público de 2 para 5%.

O recém-eleito líder da bancada parlamentar do PSD, Hugo Soares, acusou Costa de ter “rasgado a estratégia nacional” para a habitação de 2015, resultando no aumento das rendas. Costa recusou e respondeu que “4803 milhões de euros” foram alocados à habitação.

A líder do CDS--PP, Assunção Cristas, provocou o primeiro-ministro para saber se o governo estaria disposto a aceitar as suas propostas, que têm estado “um passo à frente do executivo”.

Para Costa, Cristas “está um passo à frente porque foi a autora do regime de arrendamento que trouxe a confusão ao mercado”.

Com António Rodrigues