Cultura

BAFTA suspende associação ao produtor de Hollywood Harvey Weinstein devido a alegações de assédio sexual

Várias celebridades tornaram públicas os assédios sexuais de que foram alvo 

A Academia Britânica de Cinema e Televisão – BAFTA – anunciou hoje, quarta-feira, em comunicado, que suspendeu de imediato a sua associação com o produtor Harvey Weinstein, devido às alegadas acusações de assédio sexual de que é alvo.

"Embora [a Academia Britânica] tenha beneficiado do apoio de Weinstein pelo seu trabalho de caridade, esta considera o seu suposto comportamento completamente inaceitável e incompatível com os valores [da organização]", pode ler-se na nota disponível no site oficial da instituição.

A decisão vem depois de terem sido tornadas públicas as condenações do comportamento de Weinstein, por parte de diversas personalidades do mundo do cinema, como é o caso das atrizes Meryl Streep, Kate Winslet, Judi Dench e Jennifer Lawrence.