Internacional

Angola. Governo confirma morte de português em queda de avião

Causas do acidente ainda estão por apurar

O governo português confirmou, esta sexta-feira, a morte de um cidadão português, a viver em Angola. Tratava-se de um paramédico bombeiro, de 39 anos, e morreu num voo que fazia o percurso da Luanda Norte para Luanda.

Fonte oficial do gabinete do Secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, adiantou que o avião  "caiu cerca de 20 minutos depois de ter descolado".

Para já, desconhecem-se os motivos da queda do avião, mas a Força Aérea Angolana disponibilizou de imediato dois helicópteros para procurar os destroços do avião.