Economia

OE 2018. Fim do corte do subsídio de desemprego fica de fora

Tudo indicava que o Executivo de António Costa tinha cedido e ia optar por acabar com o corte de 10% ao fim de seis meses no subsídio de desemprego.

OE 2018. Fim do corte do subsídio de desemprego fica de fora

Este ano, o Governo já tinha abolido o corte nos casos em que as prestações ficassem abaixo do valor do Indexante de Apoios Sociais (IAS). A verdade é que falamos de uma medida, que no espaço de quatro anos, penalizou 453 mil pessoas com um corte de 267 milhões de euros nesta prestação social.

No entanto, para já, o Governo não vai avançar com esta medida reivindicada pelos partidos políticos. A par desta decisão está ainda o facto de também não fazer parte do OE 2018 o agravamento da derrama sobre os lucros das empresas. Ainda assim, a verdade é que estas duas medidas podem ainda vir a ser incluíds no documento.

De acordo com Mário Centeno,a eliminação do corte do subsídio de desemprego “não está neste momento inscrita no documento porque não foi uma das medidas que o Governo adoptou na área da proteção social". 

Os comentários estão desactivados.