Sociedade

Incêndios. Ordem dos Enfermeiros pede reforço de equipas médicas

A Ordem dos Enfermeiros pediu um reforço das equipas médicas para ajudar as vítimas dos incêndios

A Ordem dos Enfermeiros pediu ao Ministério da Saúde para que disponibilize meios necessários para reforçar as equipas de enfermeiros nos centros de saúde e hospitais, com o objetivo de ter uma resposta mais eficaz às populações mais afetadas pelos incêndios, no Norte e Centro do país.

A ordem pediu ainda que os centros de saúde alarguem o seu horário de funcionamento e que permaneçam abertos 24 horas por dia. Relembrou ainda ser necessário e crucial colocar especialistas de Enfermagem de Saúde Mental no terreno, tal como o que aconteceu em Junho com a mobilização de mais 400 enfermeiros voluntários para a tragédia de Pedrógão Grande.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, referiu num comunicado que têm “informação de muitos enfermeiros afetados pelos incêndios deste fim-de-semana, cujas famílias foram forçadas a fugir para se salvar. Sabemos, porém, que muitos estão disponíveis para ir para o terreno. Porque os enfermeiros sabem que o seu lugar é ao lado das pessoas. Estamos juntos no apoio à população”.