Sociedade

Declaração de calamidade pública vai prolongar-se até à 00h00 de quarta-feira em 13 distritos

A declaração de calamidade pública vai prolongar-se até às 00h00 desta quarta-feira, determinando assim a "adoção imediata de medidas que permitam disponibilizar recursos adicionais para ações de proteção civil" em 13 distritos do país.

Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Lisboa, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu são os distritos abrangidos pela autal situação de calamidade.

De acordo com o despacho assinado por António Costa e pela ministra da Administração Interna, Constança Urbano,  a declaração de calamidade determina a "elevação do grau de prontidão e resposta operacional da GNR e PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamento dissuasores, apoio a evacuações, cortes e desvios de trânsito".

Assim sendo, elementos da GNR e PSP estão totalmente proibidos de gozar férias, folgas ou quaisquer períodos de descanso.

 

.