Sociedade

Incêndios. Câmara de Oliveira do Hospital admite ter dado informação errada sobre vítimas mortais

A Proteção Civil mantém o balanço de 42 vítimas mortais


A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital já veio pedir desculpa por ter “passado informação errada” sobre o número de vítimas mortais nos incêndios de domingo, lamentando a situação.

Segundo afirmou uma fonte da autarquia à agência Lusa, a informação de que os dois feridos que estavam nos hospitais de Coimbra, tinham morrido foi comunicada por familiares ao início desta manhã de quarta-feira e por isso é que foi transmitida a mensagem de que o número de vítimas subiria para 44.

A autarquia lamenta por ter passado a informação errada e pede desculpas em nome de José Carlos Alexandrino, presidente da Câmara, referiu a mesma fonte.

A subida do número de mortos foi negada pela Proteção Civil, mantendo o balanço de 42 vítimas mortais, depois da Câmara ter indicado a morte de duas pessoas feridas. No entanto, a informação já foi corrigida e o número de vítimas mantém-se.