Internacional

Vírus da gripe A está mais resistente

Investigadores detetaram mutações no vírus

Um grupo de cientistas no Japão, China e Estados Unidos da América estudaram uma amostra do vírus da gripe A (H7N9) e descobriram que o vírus está a sofrer mutações e a tornar-se mais resistente aos medicamentos.

Os investigadores fizeram testes em furões e concluíram também que a gripe A é transmissível e letal. Já não se trata apenas de um vírus da gripe das aves e já se percebeu que os humanos pode ser infetados, onde o vírus ataca todo o sistema respiratório.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), este ano 1564 casos de infeção foram confirmados, na China e já originaram 612 mortes - cerca de 40% de pessoas infetadas e apesar de ainda não exisitr casos de transmissão de pessoa para pessoa as autoridades de saúde estão atentas a este problema.

O estudo foi publicado ontem na revista Cell Hoste & Microbe, analisou uma amostra de um vírus de um paciente e os cientistas rapidamente concluíram que o vírus era resistente aos fármacos e letal.

Os investigadores apontam os resultados como um perigo para a saúde pública porque estes organismos são capazes de se adaptar ao hospedeiros e desenvolver-se de forma a combater os medicamentos administrados.

Para já o vírus ainda não é letal para os humanos, mas os cientistas acreditam que irá mudar e adaptar-se rapidamente, recomendando que a população tome as devidas medidas de prevenção.