Sociedade

Médicos juntam-se à greve de sexta-feira

Os professores também irão participar na greve

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública marcou greve para dia 27, ao qual se juntaram os professores. Esta terça-feira, o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) confirmou que os médicos também se juntam a esta luta.

Em comunicado, o SIM justificou a adesão devido à “presente situação de impasse negocial em inúmeras matérias laborais específicas da carreira médica e a persistência na discriminação negativa dos médicos do Serviço Nacional da Saúde (SNS) no descongelamento da progressão nas carreiras com incidência remuneratória, leva-nos a apelar a todos os médicos, sindicalizados ou não” a aderirem à greve.

O sindicato já emitiu um pré-aviso de greve específico, mas grarante que isso não impedirá os médicos de aderirem à greve de administração pública.

A greve de sexta-feira, 27 de outubro, foi marcada pela Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública após a reunião com o Ministério das Finanças sobre o Orçamento de Estado de 2018.