Internacional

Vice-primeiro-ministro belga: “Quando se pede a independência, é melhor ficar junto da sua gente”

Kris Peeters falou sobre a declaração de independência da Catalunha.

O vice-primeiro-ministro belga deixou um recado para Carles Puigdemont, que está na Bélgica após ter sido acusado pela justiça espanhola de rebelião, dando a entender que o presidente catalão destituído deveria ficar em Barcelona.

“Não quero antecipar qualquer decisão, mas quando se pede a independência, é melhor ficar junto da sua gente”, disse Kris Peeters à imprensa belga.

“Temos de esperar a sua comunicação e manter a cabeça fria. As próximas horas deverão trazer alguma clarividência”, acrescentou.

Recorde-se que Carles Puigdemont viajou para Bruxelas depois de ter sido declarada unilateralmente a independência da Catalunha, o que lhe valeu a acusação, da parte da justiça espanhola, de rebelião e sedição.

No domingo, dia anterior a ter sido conhecida a acusação a Puigdemont e a outros membros do governo deposto, o secretário de Estado belga de Migração e Asilo, Theo Francken, já tinha oferecido asilo político a Puigdemont, o que lhe valeu uma reprimenda do primeiro-ministro, Charles Michel, que apelou a que não fossem deitadas mais achas para a fogueira.