Sociedade

Manuel Maria Carrilho condenado a quatro anos e meio de pena suspensa

O antigo ministro foi condenado pelos crimes de violência doméstica, ameaças e ofensas à integridade física e injúrias contra a sua ex-mulher, Bárbara Guimarães.
 

Manuel Maria Carrilho condenado a quatro anos e meio de pena suspensa

Manuel Maria Carrilho, ex-ministro da Cultura, foi condenado a quatros anos e meio de pensa suspensa, pelos crimes de violência doméstica, ameaças e ofensas à integridade física e injúrias contra Bárbara Guimarães, a sua ex-mulher.

A juíza presidente do coletivo do juízo 22 do Tribunal de Comarca de Lisboa, após leitura do acórdão, deu como provado que o antigo ministro tinha, em várias ocasiões, no ano de 2014, agredido, difamado, ameaçado e injuriado Bárbara Guimarães, sua ex-mulher.

 

Os comentários estão desactivados.