Internacional

Puigdemont disposto a "cooperar plenamente com justiça belga"

O ex-presidente do governo catalão reagiu ao mandado europeu de detenção emitido esta semana pela justiça espanhola.

 

Numa mensagem deixada em holandês na sua página oficial do Twitter, Puidgemont disse que os membros do seu governo, bem como o próprio, estão "dispostos a cooperar plenamente com a justiça belga na sequência do mandado europeu de detenção emitido por Espanha".

Recorde-se que o ex-presidente do governo catalão e alguns membros do executivo regional foram para a Bélgica, depois da destituição da Generalitat, uma decisão levada a cabo pelo Governo de Madrid após a declaração unilateral de independência.

Já esta semana, alguns dos membros do seu governo voltaram a Espanha, mas outros, incluindo o próprio ex-presidente Puidgemont, continuaram em solo belga.

Apesar da mensagem deixada nas redes sociais, Puidgemont continua sem revelar onde se encontra. O Ministério Público belga confirmou os mandados de detenção, mas adiantou que a última decisão, de mandar prender ou não os envolvidos, cabe a um juíz.