Economia

Startup Visa. Governo cria visto especial para empreendedores que abram empresas inovadoras em Portugal

O visto “pretende atrair para Portugal investimento, talento e capacidade de inovação”

Esta terça-feira vai ser apresentado formalmente o ‘Startup Visa’, um visto especial criado pelo governo para empreendedores que queiram abrir uma empresa inovadora em Portugal.

A ideia é simplificar e tornar mais célere o acesso a um visto de residência no país, para que criem a empresa ou a movam para cá.

A informação foi avançada pelo Ministério da Economia através de um comunicado. O visto “pretende atrair para Portugal investimento, talento e capacidade de inovação”.

A partir de janeiro de 2018, os “jovens empreendedores de todo o mundo que queiram abrir uma empresa inovadora vão ter acesso rápido a um visto de residência que lhes permite criar ou mover a startup para Portugal”.

As candidaturas ao visto podem ser feitas online através de uma plataforma que ficará “disponível a partir de janeiro de 2018”.

Os candidatos terão de provar a vontade de “desenvolver atividades empresariais de produção de bens e serviços inovadores”, que “vão abrir ou deslocalizar empresas e/ou projetos centrados em tecnologia e em conhecimento, com perspetiva de desenvolvimento de produtos inovadores”, que “gozam de potencial para criação de emprego qualificado” e que “detêm potencial para atingir, três anos após o período de incubação, um valor de 325.000 euros, ou um volume de negócios superior a 500 mil euros/ano”.

A proposta será depois avaliada, “tendo por base o grau de inovação, a escalabilidade do negócio e potencial de mercado, a capacidade da equipa de gestão, o potencial de criação de emprego qualificado em Portugal e a relevância do requerente na equipa”.