Tecnologia

Facebook está a pedir fotografias íntimas aos utilizadores por uma boa causa

A rede social está a testar uma nova funcionalidade

A rede social Facebook está a pedir aos utilizadores para enviarem´fotografias íntimas que, eventualmente, irão partilhar com amigos virtuais. O objetivo é impedir que as imagens sejam divulgadas mais tarde, sem o consentimento da pessoa na fotografia, como forma de vingança.

O Facebook, quando receber as fotografias, marca-as com uma espécie de impressão digital e depois bloqueam a divulgação dessas fotografias nas redes sociais. Mais tarde, se algum utilizador tentar partilhar essas imagens o sistema vai impedir a operação.

O objetivo desta iniciativa é parar com a chamada “pornografia de vingança”, a expressão usada para o compartilhamento de fotografias e vídeos íntimos sem o consentimento de quem está a ser exposto.

A empresa está a testar a tecnologia na Austrália em parceria com uma agência governamental. “Vemos tantos casos em que, talvez, as fotos e os vídeos foram feitos de forma consensual na época, mas que não houve consentimento para partilhar (o material) mais amplamente", explicou a chefe da comissão governamental australiana de segurança na internet à ABC.

Os utilizadores que queiram aderir ao programa terão de preencher um formulário no site do governo australiano para falar sobre as suas preocupações e só depois é que enviarão as fotografias através do Mensseger para que sejam marcadas digitalmente.