Politica

Vieira da Silva e padre Maia sofrem derrota

O padre Lino Maia e o CNIS não integrarão a Confederação Económica e Social – uma iniciativa do ministro do Trabalho Vieira da Silva, que se realizará esta terça-feira.  

A assembleia do CNIS, a confederação nacional das instituições de solidariedade, não aprovou a iniciativa do governo e do ministro Vieira da Silva para que o seu presidente, Lino Maia, se sentasse na denominada Confederação. 

A assembleia do CNIS – que junta várias IPSS e organismos paroquiais – bloqueou a sua participação na iniciativa, após mais de duas horas de intensa troca de argumentos.

É uma derrota para o padre Lino Maia na confederação que preside. E para Vieira da Silva, que teve a ideia.