Sociedade

Ordem dos Médicos deu parecer positivo ao primeiro caso de barriga de aluguer

Trata-se do pedido de uma mãe e de uma filha 

A Ordem dos Médicos deu parecer positivo ao primeiro caso de gestação de substituição no país. Por lei, a Ordem emite um parecer não vinculativo e cabe ao Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida dar o aval final.

Trata-se do caso de uma mãe e filha que deu entrada no CNPMA este verão. A candidata a barriga de aluguer tinha 49 anos na altura do pedido.

A decisão coube à subespecialidade de medicina de reprodução da Ordem, revelou esta manhã o bastonário dos médicos Miguel Guimarães. "Vai ser sempre uma questão polémica", admitiu Guimarães.