Sociedade

Homem barricado é emigrante em França e tem conflito de terrenos com proprietário do supermercado

Polícia tenta um desfecho seguro há mais de 15 horas

O homem que continua barricado desde quinta-feira à tarde dentro de um supermercado em Vila Nova de Poiares, distrito de Coimbra, é um emigrante com cerca de 45 ou 50 anos e que vive em França há três décadas, segundo o Diário de Notícias.

Passou a noite cercado pelas autoridades, depois de ontem ter entrado no estabelecimento por volta das 17h, e ameaçado o funcionário e os clientes que lá estavam com uma arma de fogo.

O homem terá ainda feito alguns disparos além de ter agredido o funcionário com uma coronhada na cara.

O que inicialmente se pensou ser um assalto é afinal mais um episódio da disputa do terreno, onde está localizado o supermercado, entre o emigrante e o proprietário do estabelecimento.

Há mais de 15 horas que a polícia tenta negociar a rendição do homem, que até agora não exigiu nada às autoridades e estará sozinho no interior da loja, pois o funcionário com ferimentos ligeiros terá sido ‘libertado’ para receber assistência hospitalar.

Segundo o Diário de Notícias, o homem, que continua no interior do supermercado, já tinha ameaçado várias vezes o proprietário, que não estava no interior da loja no momento de entrada do homem, que tem estado a acompanhar as autoridades do lado de fora.