Sociedade

Trasladação do corpo de mulher morta pela PSP vai ser paga pela empresa onde trabalhava

A mulher brasileira foi morta pela PSP, durante uma perseguição policial, que ocorreu esta quarta-feira.
 

A empresa onde trabalhava a mulher brasileira morta pela PSP, esta quarta-feira, vai responsabilizar-se pela trasladação do corpo.

Isto aconteceu depois de a família da vítima, Ivanice Carvalho, ter lamentado a falta de dinheiro para transportar o corpo de volta para o Brasil e de ter demonstrado a vontade de que o Governo português deveria responsabilizar-se pelo transporte do corpo. No entanto, o Grupo Moiagest já se chegou  à frente.

De acordo com o Globo, que cita uma tia da vítima, a empresa entrou em contacto com a família, esta quinta-feira.