Desporto

Sousa sagra-se campeão nacional

O tenista vimaranense fecha a temporada da melhor maneira. É a primeira vez que João Sousa conquista este título. Mas a surpresa veio de Francisca Jorge, que bateu a hexacampeã.

Nunca um Campeonato Nacional havia apresentado um primeiro cabeça-de-série com, à data do torneio, a cotação de 59.º no ranking mundial. A principal razão para essa ‘falha’, se assim pode ser designada, tinha que ver precisamente com as datas em que a prova decorria (em setembro), e que a Federação Portuguesa de Ténis (FPT) decidiu, este ano, alterar para novembro. E, desta forma,  pode contar com a presença do tenista vimaranense João Sousa, após a sua última aparição num campeonato nacional ter acontecido quando tinha apenas 16 anos. Na altura, em 2005, não foi além da segunda eliminatória. Mas, 12 anos depois, a história foi outra. O tenista vimaranense voltou a participar na prova nacional e, desta vez, saiu vitorioso, sagrando-se campeão nacional absoluto de ténis pela primeira vez na sua carreira. 

Na final, que decorreu na Beloura Tennis Academy, em Sintra, no passado domingo, o melhor tenista português da atualidade bateu Daniel Rodrigues, atleta ainda júnior e 1395.º jogador mundial, em apenas dois sets, por 6-3 e 6-1.

«Há sempre um carinho especial em vencer títulos. Consegui jogar a bom nível e estou muito contente por ser o novo campeão nacional. O meu objetivo desde o início era esse mesmo, vim cá para tentar vencer», confessou o número um nacional, que desvendou onde vai guardar o troféu: «Tenho uma vitrine em casa com todos os troféus especiais da minha carreira e obviamente que vai para lá, para um cantinho, em Guimarães».

Em relação ao adversário, Sousa não tem dúvidas quanto a um futuro promissor. «Penso que o Daniel tem um enorme potencial para ser um grande jogador. Ainda é jovem, nota-se que se calhar comete alguns erros de júnior, mas com experiência e trabalho acredito que possa vir a fazer grandes conquistas», salientou.

 De recordar que na meia-final da competição João Sousa venceu Frederico Gil, atual 471.º na hierarquia mundial e um dos principais destaques deste campeonato, sendo este o primeiro triunfo registado por parte do vimaranense diante do lisboeta. Até então, os dois únicos encontros disputados entre ambos, em 2008, no Estoril Open, e em 2012, em Barcelona, tinham sido ganhos por Gil. 

Um dia depois da conquista, Sousa subiria um lugar no ranking mundial, atualizado na segunda-feira, sendo agora 58.º do mundo.

Surpresa no feminino 

Surpresa houve na prova  feminina: Francisca Jorge, de 17 anos, bateu Maria João Koehler, hexacampeã nacional, por 7-6 (4-2) e 6-2, conquistando assim o seu primeiro título de seniores, depois de já se ter sagrado campeã de juniores. «Não estava à espera. É um sentimento espetacular», confessou a nova campeã.