Internacional

Trump: "Hillary é a pior perdedora de todos os tempos"

O presidente dos Estados Unidos reagiu desta forma às críticas da candidata derrotada, que o tinha acusado de não assumir responsabilidades em relação aos casos em que é acusado de abusos sexuais

Donald Trump mostrou-se arrasador em relação a Hillary Clinton, na sequência das acusações da candidata derrotada nas eleições presidenciais de 2016. Na sexta-feira, Hillary havia criticado Trump, acusando-o de não assumir responsabilidades nos casos de abusos sexuais de que é acusado por várias mulheres; este sábado, o presidente dos Estados Unidos reagiu de forma contundente.

"A desonesta Hillary Clinton é a pior (e a maior) perdedora de todas os tempos. Ela simplesmente não consegue parar, o que é tão bom para o Partido Republicano. Hillary, continua com a tua vida e tenta novamente daqui a três anos”, escreveu Donald Trump na rede social Twitter, referindo-se às eleições presidenciais de 2020. Já em várias ocasiões Trump expressou o desejo de voltar a concorrer com Hillary nas próximas eleições para a Casa Branca, embora a ex-secretário de Estado tenha afirmado que a sua carreira “como política ativa” chegou ao fim.

Hillary deu o exemplo do senador democrata Al Franken, eleito pelo Estado do Minnesota, que foi acusado na quinta-feira de beijar à força e apalpar em 2006 uma correspondente desportiva da televisão Fox TV, agora uma animadora de radio em Los Angeles, e que entretanto já veio a público pedir desculpa. Isto, numa altura em que surgem alegações contra Roy Moore, candidato republicano ao Senado pelo Alabama, acusado de se ter aproveitado de várias adolescentes durante quatro décadas. "Olhe o contraste entre Al Franken, aceitando a responsabilidade, pedindo desculpas, e Roy Moore e Donald Trump, que não fizeram nada disso”, criticou a ex-candidata presidencial democrata, em entrevista à estação de rádio WABC, em Nova Iorque.

Em outubro, a Casa Branca disse que todas as mulheres que haviam acusado Trump de assédio sexual mentiram e essa é a posição oficial sobre o assunto - apesar de o próprio Trump fazer repetidamente piadas sobre apalpar as partes privadas das mulheres...