Internacional

Tumulto em entrega de alimentos faz 15 mortos em Marrocos

A maioria das vítimas são idosos, mulheres e crianças

Segundo o Ministério do Interior marroquino, pelo menos 15 pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas na sequência de uma distribuição de alimentos em Sidi Bulilam, na província de Esauira, a 600 km de Rabat. Contudo, alguns meios de comunicação social marroquinos, como o portal Le 360, elevam o número de vítimas para 38, a maioria crianças. 

Quando a distribuição foi anunciada pelos organizadores, cerca de 800 pessoas dirigiram-se ao armazém na expetativa de receberem alimentos, ultrapassando o perímetro de segurança da iniciativa. Esta era dirigida às famílias mais pobres da província. A multidão entrou desordenadamente no armazém, pisando pessoas caídas, como se de uma avalanche humana se tratasse. A maioria das vítimas são idosos, mulheres e crianças.

O Ministério Público marroquino já ordenou uma investigação para apurar o sucedido e para determinar as respetivas responsabilidades, sendo que o Ministério do Interior também conduz uma investigação própria.