Comércio Eletrónico

Alibaba investe offline

A Alibaba revelou que vai investir 2,9 mil milhões de dólares (2,4 mil milhões de euros) para ficar com um parte substancial da principal cedia de alimentação da China. Este é mais um passo da gigante tecnológica na direção do retalho.

Nos últimos anos, a maior plataforma de comércio online chinesa tem investido muito na ligação entre os seus portfolios de negócio online e offline, adquirindo partes de vários aramazéns, centros comerciais e lojas.

A Alibaba vai comprar 36% do Sun Art Retail Group aos taiwaneses da Ruentex Group. Assim, fica com uma percentagem semelhante à francesa Auchan Retail nos 446 hipermercados da Sun Art, que vendem desde produtos de mercearia a roupas.

A Sun Art tem também algumas superlojas mais pequenas e está a construir uma linha de lojas automatizadas.

A aposta da Alibaba na unificação das vendas online e offline é uma estratégia muito anterior à decisão das norte-americana Amazon ter investido da Whole Foods, o primeiro investimento desta numa loja física de retalho.

Em comunicado, a Alibaba revela estar “entusiasmada com a nova parceria para redifinir o retalho tradicional através da transformação digital”.

A Sun Art é uma das principais apostas da Auchan no mercado chinês e a cadeia de lojas tem sido benéfica para o negócio.

“Juntar os líderes do retalho físico e do retalho online vai permitir-nos apresentar aos nossos milhões de consumidores uma experiência de compras de classe mundial, completamente integrada”, diz a Auchan Retail em comunicado.

Com o negócio, a participação da empresa francesa na Sun Art aumentou.