Politica

José Sócrates publica novo vídeo no YouTube. E o alvo é o do costume

“Os senhores procuradores decidiram inventar”

O antigo primeiro-ministro José Sócrates voltou a acusar o Ministério Público de se aliar à direita para o difamar, agindo de “de forma maliciosa”.

José Sócrates publicou no seu canal de YouTube um vídeo de 6m27s onde analisa as acusações que lhe são feitas na Operação Marquês, sobre as alegadas ligações entre o Grupo Lena, de Carlos Santos Silva, e a Parque Escolar.

“Durante quatro anos, a investigação não encontrou nada de minimamente censurável na ação desenvolvida pela Parque Escolar: nem um único concurso viciado, nem um favorecimento de quem quer que fosse, nem qualquer influência política, nem qualquer contrato irregular. Nada. Absolutamente nada. Não podendo pegar por nada, os senhores procuradores decidiram inventar”, afirmou o antigo primeiro-ministro, acusado de de 31 crimes.

Sócrates alega que todas as suspeitas de favorecimento são baseadas “em truques com números e numa evidente manipulação da realidade”.

Para o antigo primeiro-ministro, os números que a acusação apresenta foram extrapolados e deturpam a realidade.

José Sócrates sublinhou ainda que os investigadores ignoraram deliberadamente o facto de o Grupo Lena não ter vencido qualquer concurso nos primeiros anos do projeto da Parque Escolar porque tal não “era vantajoso para a história que queriam contar”.