Sociedade

Subida do salário mínimo pode ter impacto negativo no emprego

A Comissão Europeia acredita que uma nova subida do salário mínimo em Portugal pode ter um impacto negativo no emprego de trabalhadores com baixas qualificações, considerando “crucial” a monitorização da situação.

Para a comissária europeia do Emprego e Assuntos Sociais, Marianne Thyssen, a nível das desigualdades salariais, Portugal está entre os países a vigiar, o que significa que as desigualdades permanecem altas.

“Vemos que, em 2016, o rendimento dos 20% mais ricos da população era 9,5 vezes mais alto do que o rendimento dos 20% mais pobres, quando a média na Europa é cinco vezes, pelo que temos de estar vigilantes”, referiu.

De acordo com Marianne Thyssen, é necessário “assegurar salários mínimos adequados”, mas desde que seja salvaguardado o trabalho e o incentivo para procurar emprego.