Sociedade

PJ detém jovem suspeito de burla informática bancária

Jovem terá hackeado contas de várias pessoas e vivido uma vida de luxo

Um jovem de 21 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por, alegadamente, burla informática no valor de 15 mil euros. O jovem terá hackeado várias contas bancárias, acedendo aos dados de cartões de débito.

Só este ano, a Unidade de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica já deteve 10 pessoas por este tipo de burla.

No último ano, o jovem terá vivido uma vida de luxo, hospedando-se em hotéis de cinco estrelas, frequentando SPA’s, comprou roupas e sapatos de marca que terá vendido novamente online.

A PJ está a apurar a quantidade de lesados das operações dos suspeitos.