Sociedade

Autoeuropa. Pré-acordo rejeitado

A administração da Autoeuropa lamentou, esta quinta-feira, a rejeição do pré-acordo acerca dos novos horários de trabalho na fábrica em Palmela.
 

“Lamentamos a rejeição do pré-acordo, estamos a analisar o impacto desta situação e oportunamente tomaremos posição”, avançou à Lusa fonte oficial da empresa.

Após mais de 63% dos trabalhadores da Autoeuropa terem rejeitado o pré-acordo, no referendo realizado esta quarta-feira, a Comissão de Trabalhadores da empresa adiantou que tem intenção de retomar o diálogo com a administração da fábrica em Palmela.

Em comunicado, a Comissão de Trabalhadores defendeu que “as condições estabelecidas [no pré-acordo], ao contrário do que alguns pretenderam fazer crer, representavam uma melhoria para os trabalhadores em relação ao que já anteriormente tinha sido proposto e igualmente rejeitado”.