Internacional

Cartel mexicano deixa geleira com cabeças humanas à porta de estação televisiva

Além das cabeças, também foi encontrado um saco com restos humanos e uma carta com ameaças

As autoridades mexicanas encontraram, esta terça-feira, em Guadalajara, no México, uma geleira com duas cabeças humanas no seu interior, à frente das intalações de uma cadeia televisiva.

As cabeças encontradas vinham acompanhadas de uma mensagem intimidatória para um chefe da Polícia estatal, assinada com a sigla CJNG - a abreviatura do cartel de droga Jalisco Nueva Generación.

Este é o cartel de droga mais importante do ocidente do México, e controla os Estados de Nayarit, Jalisco, Colima e a costa de Michoacán.

Além disso, uma segunda geleira também foi colocada junto ao ‘Campus’ de Justiça, no município de Zapopan, e tinha no interior uma mensagem a ameaçar de morte um juíz. O saco encontrado com restos humanos foi encontrado numa outra zona, em Tonolá, escreve a Reuters.

"Estamos a trabalhar nos pontos onde encontraram estes elementos. Há pessoal a operar nesse sentido, mas ainda não temos nada oficial", avançou à Reuters fonte próxima do processo.

Os restos mortais já foram transportados para os serviços forenses de forma a serem analisados e identificadas as vítimas.