Politica

Jeremy Corbyn quer garantir "aliança contra a austeridade"

O líder trabalhista reuniu-se com o secretário-geral do Partido Socialista, António Costa

Em declarações ao jornalistas depois de uma reunião bilateral com António Costa, Jeremy Corbyn defendeu uma "aliança contra a austeridade" na Europa e onde teve uma "boa conversa" com o primeiro-ministro, elogiando o seu governo. 

"Tive uma boa conversa com António Costa sobre a sua política de desafiar a austeridade e da sua aliança interna com partidos de esquerda de modo a sustentar o governo", disse. 

O líder trabalhista veio a Portugal para participar na Cimeira do Partido Socialista Europeu, mas não se coibiu de defender as suas políticas além fronteiras. "Se formos governo, iremos legislar imediatamente para garantir a residência a todos os cidadãos nacionais da UE que vivem e trabalham no Reino Unido, bem como para garantir a reunião de famílias no país. Também legislaremos em defesa dos direitos ambientais, dos consumidores e dos trabalhadores, em linha com os da UE", afirmou.

Para Corbyn, é necessário "acabar com a austeridade, aumentar os impostos às grandes empresas e aos mais ricos para investir em áreas vitais, como a habitação, saúde e educação" no Reino Unido. "No nosso modelo económico seremos intervencionistas na economia, fazendo regressar ao setor público os correios, os transportes e água", complementou. 

Corbyn também abordou a sua visão para as relações Reino Unido-UE no pós-Brexit. "Queremos uma boa relação com a UE no futuro, importar a legislação europeia para o Reino Unido e trabalhar em conjunto. Temos uma grande dependência da indústria - motorizada, automóvel, áerea, espacial - cuja ligação à Europa é sabida", explicou.