Sociedade

Mulher morreu atropelada pelo próprio carro em Oliveira do Hospital

Ainda foi assistida no local e levada para o hospital de Coimbra

 

Uma mulher de 72 anos morreu atropelada pelo próprio carro, que tinha ficado estacionado, mas destravado no cimo de uma rampa.

Maria Luizete Vicente tirou o carro da garagem subterrânea do seu prédio, na segunda-feira de manhã, deixou-o parado no cimo de uma rampa e saiu para fechar a porta da garagem, segundo o Jornal de Notícias.

A viatura tinha ficado destravada e por isso desceu a rampa, atingido a mulher. A vítima foi ainda assistida no local, tendo sido levada para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

Mais tarde, não viria a resistir aos graves ferimentos e lesões internas, consequência do atropelamento que se revelou mortal.