Internacional

Austrália. Parlamento aprova casamento gay

Votação histórica na Câmara dos Representantes foi ao encontro da vontade expressada pelos australianos no referendo não vinculativo do passado novembro

Oito dias depois de o Senado ter dado luz verde a uma proposta de lei destinada a legalizar o matrimónio entre pessoas do mesmo sexo, e três semanas volvidas da aprovação, por 61,1%, dos 12,7 milhões de australianos – 79,5% dos eleitores – que participaram num referendo não vinculativo sobre a matéria, coube à Câmara dos Representantes dar o seu aval e estender o tapete para um passo verdadeiramente histórico em matéria de igualdade de direitos na Austrália. 

O casamento gay foi aprovado esta quinta-feira com apenas quatro votos contra, num total de 150 deputados, e foi efusivamente celebrado no parlamento e um pouco por todo o país. “Que dia fantástico para o amor, a igualdade e o respeito”, reagiu o primeiro-ministro Malcolm Turnbull, citado pela BBC.


A aprovação encerra um longo e intenso debate nacional, que nos últimos anos testemunhou pelo menos 20 tentativas de alteração da legislação sobre o casamento, datada de 1961. A entrada em vigor das mudanças legislativas aprovadas na câmara baixa do parlamento australiano só depende agora da assinatura do governador-geral da Austrália, Peter Cosgrove, um trâmite processual que deverá acontecer nos próximos dias.

Com a legitimação legislativa desta quinta-feira, a Austrália tornar-se-á no 25º país do globo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.