Sociedade

É preciso "proporcionar aos jovens portugueses condições para serem o futuro", diz Marcelo

Declarações foram feitas hoje em visita à Casa de Acolhimento Residencial Especializada - GPS (Gerar, Percorrer e Socializar)

Marcelo Rebelo de Sousa defendeu hoje que é preciso "assamos a vida a dizer que o futuro deste país são os jovens, mas isso tem que se traduzir nos vários aspetos da vida portuguesa". É preciso "proporcionar aos jovens portugueses condições para serem o futuro", disse aos jornalistas.

O presidente da República estava em visita à Casa de Acolhimento Residencial Especializada - GPS (Gerar, Percorrer e Socializar), onde vivem 24 adolescentes entre os 12 e os 18 anos de famílias desfavorecidas, e a comunidade terapêutica da Quinta Horta da Nora, da ART - Associação de Respostas Terapêuticas, que acolhe 51 adolescente dos 15 aos 18 anos, que têm problemas de dependências de substancias ilícitas e/ou comportamentos de inadaptação social.

"Não há dois jovens iguais, os que são os problemas de uns não são os problemas de outros", disse. 

Referindo-se aos adolescentes, o presidente disse que "temos como lidar com situações diferentes abrindo caminhos para que o futuro seja melhor".

Marcelo Rebelo de Sousa acrescentou ainda que quis dar "uma mensagem de certeza" aos jovens. "Começa por ser [uma mensagem] de esperança, mas à medida que eles vão ganhando terreno e vão fazendo caminho converte-se numa certeza", disse.