Sociedade

Suspeito de matar segurança de discoteca fica em prisão preventiva

O jovem foi presente a um juíz de instrução criminal.

O suspeito de ter baleado mortalmente um segurança de uma discoteca em Lisboa vai ficar em prisão preventiva.

O jovem de 17 anos foi esta segunda-feira presente a um juíz de instrução criminal para um primeiro interrogatório depois de se ter entregado às autoridades no passado sábado.

O segurança da discoteca Barrio Latino, em Lisboa, foi baleado à porta do espaço e acabou por morrer no Hospital São José.