Sociedade

Petição para demissão da presidente da Raríssimas reúne milhares de assinaturas

A petição pede a demissão “imediata” de Paula Brito e Costa.

Uma petição que pede a demissão “imediata” da presidente da Associação Raríssimas reúne até ao momento 5.500 assinaturas.

No texto da petição lê-se que “é de todo inadmissível que está Sra continue a desempenhar funções ate que sejam averiguadas todas as provas expostas na reportagem pela jornalista Ana Leal da TVI”.

“Peço a todos que assinem para que justiça seja feita perante todos os funcionários da mesma instituição e principalmente pelos seus doentes”, acrescenta o texto.

Recorde-se que uma reportagem da TVI deu conta de irregularidades na gestão da associação, com a presidente a usufruir de dinheiro para benefício próprio.