Sociedade

Abandono escolar sobe 14% em Portugal

Dados foram revelados no relatório ‘Estado da Educação’

A taxa de abandono escolar antes do tempo no ensino básico e secundário aumentou 14%, segundo dados do relatório divulgado esta terça-feira pelo Conselho Nacional de Educação (CNE).

Portugal fica assim longe da meta europeia definida para 2020 – reduzir o abandono escolar precoce para 10%.

Segundo a CNE, esta percentagem deve-se ao aumento da população masculina, uma vez que a taxa de abandono escolar das raparigas tem vindo a diminuir.

No ano passado, a taxa de retenção e desistência baixou, no entanto, o a taxa de abandono escolar precoce continua elevado. O mesmo relatório refere ainda que os alunos repetentes continuam a ter dificuldades para recuperar, principalmente nas disciplinas de Matemática e Inglês.

Maria Emília Brederode, presidente do CNE alertou para o facto de a retenção não resolver as dificuldades dos alunos e que é necessário encontrar outros métodos de avaliação para combater o abandono e insucesso escolar.