Sociedade

Agente da PSP condenado a oito anos de prisão por rapto, extorsão e furto

Tribunal de Sintra condenou a oito anos de prisão um agente da PSP por crimes de rapto, extorsão e furto.

O agente da PSP foi condenado a oito anos de prisão, por crimes de rapto, extorsão e furto. O homem tentou extorquir um cidadão brasileiro e terá tentado furtar vários bens de uma casa, avaliados em 11.600 euros.

Um segundo arguido, coautor destes crimes, foi também condenado, a uma pena única de seis anos de cadeia.

A acusação do Ministério Público indica que o agente e um outro arguido terão delineado um plano para raptar a vítima pelo "tempo que fosse necessário", até que lhes fossem entregues "5 ou 6 mil euros que teria supostamente trazido do Brasil".