Internacional

Lula diz que existe “pacto diabólico” para impedir a sua candidatura às eleições

O ex-presidente do Brasil, Lula da Silva, acredita que existe “um pacto diabólico” para impedir a sua candidatura às eleições presidenciais de 2018.

Durante um discurso em Brasília, na presença de vários eleitos do Partido dos Trabalhadores (PT), Lula da Silva afirmou que “o verdadeiro crime cometido neste país é um pacto do mal entre a acusação, a polícia federal e a imprensa”

De acordo com o antigo presidente, o objetivo da existência deste "pacto" é "impedir que o PT volte ao poder".

Durante o seu discurso, Lula negou estar a lutar para ser um candidato "apenas para se esconder uma alegada culpa": "Eu só quero que minha inocência seja reconhecida", declarou.

Recorde-se que em julho, o ex-chefe de Estado brasileiro foi condenado a nove anos e seis meses de prisão.