Sociedade

Manuel Delgado pondera processar TVI

O antigo secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, considera que as notícias avançadas pela TVI “ultrapassaram todos os limites”.

Manuel Delgado admite processar a TVI e em causa estão as notícias sobre a sua ligação à presidente da Raríssimas, Paula Brito e Costa, que está a ser acusada de alegada gestão enganosa da instituição de solidariedade.

O ex-ministro considera ter sido "insultado na praça pública" e viu a sua vida pessoal "devassada".

O antigo governante confirmou, em declarações ao Público, que tem intenção de processar a estação de televisão: "Estou a estudar serenamente essa possibilidade.”

Além disso, o antigo secretário de Estado lamentou também que toda esta situação tenha atingido tamanhas proporções. "Tudo isto é gravíssimo e difícil de consertar", afirmou.

Em comunicado, Manuel Delgado explicou que se demitiu pela "grave violação da privacidade" da sua "vida pessoal" e afirmou nunca ter recebido "qualquer favorecimento por qualquer relação pessoal".