Cultura

Escandâlo Weinstein. Peter Jackson acusa produtor de condicionar elenco do "Senhor dos Anéis"

Realizador contou ter sofrido pressões para não contratar Ashley Judd e Mira Sorvino. 

“Lembro-me da Miramax nos dizer que elas eram um pesadelo a trabalhar e que devíamos evitá-las a todo o custo”, declarou Peter Jackson à revista New Zealand Stuff.  O caso passou-se em 1998 e terá sido o irmão de Harvey Weinstein, Bob, a pressionar o realizador. 

"Na altura, não tínhamos nenhum motivo para questionar o que eles estavam a dizer. Mas, posteriormente, percebi que provavelmente isso era uma campanha de difamação da Miramax”, concluiu. 

Agora, Peter Jackson suspeita ter sido "alimentado com informações falsas” sobre as “talentosas” atrizes Ashley Judd e Mira Sorvino. “Em consequência, foram vetadas”, lamentou.