Internacional

Alemanha. Berlim cria zona para assistir vítimas de abusos sexuais na passagem de ano

Medida das autoridades alemãs após os terríveis acontecimentos em Colónia há dois anos

A polícia de Berlim promoveu a criação de uma zona dedicada a receber mulheres que se sintam ameaçadas ou que tenham sido atacadas sexualmente na noite da passagem de ano. Esta medida já foi adotada em outubro por ocasião do Oktoberfest (Festival da Cerveja), em Munique.

A área, uma tenda onde as mulheres serão recebidas pela Cruz Vermelha alemã, foi um requisito da polícia depois de, há dois anos, várias mulheres terem sido assaltadas e atacadas por grupos de homens na passagem de ano em Colónia.

São esperadas, na noite de 31 de dezembro, centenas de milhares de pessoas no centro de Berlim, junto à Porta de Brandemburgo, para celebrar a chegada de 2018. A festa contará com concertos ao vivo, dj's e o típico fogo-de-artifício.