Sociedade

Ordem dos Médicos alerta para situações graves nas urgências

Ordem dos Médicos afirma que há situações anómalas nas urgências


O bastonário dos Médicos, Miguel Guimarães referiu que “na última semana houve algumas situações complicadas” nas urgências.

Em declaraçoes à Lusa, o bastonário afirmou que um dos casos foi no hospital de Vila Nova de Gaia, que teve uma afluência elevada nos últimos dias e estão 24 pessoas internadas nas urgências. “Isto, por exemplo, é caótico”, referiu.

Ana Rita Cavaco, bastonária da Ordem dos Enfermeiros, afirmou no sábado que o caos está “instalado na maior parte das urgencias do país”, apelando ao Ministério da Saúde para tomar medidas.

Miguel Guimarães referiu ainda que o hospital de Gaia pediu ao Ministério 20 camas extra, mas o pedido ainda não foi aprovado.

“O Ministério da Saúde não preparou os serviços atempadamente” para este período de gripe, referiu o bastonário dos Médicos.