Desporto

Rio Ave. Luís Castro diz ficar “muito surpreendido e desiludido” se jogadores forem culpados

O treinador que orientou o Rio Ave na época passada afirmou, esta terça-feira, que ficará “muito desiludido” se os jogadores tiverem realmente culpa na investigação sobre a alegada viciação de resultados.

"Ficaria muito surpreendido e desiludido se saísse outra sentença que não fosse ilibar aqueles que considero jogadores fundamentais", declarou Luís Castro, técnico do Desportivo de Chaves, durante a antevisão ao jogo da 16ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, após ter sido questionado sobre a alegada viciação de resultados por parte de alguns jogadores do Rio Ave.

Luís Castro mandou um abraço a todos aqueles que foram seus jogadores, afirmando que "no dia em que entrar num estádio e desconfiar de alguém que dirijo não posso, nem serei mais treinador, eu confio em todos aqueles que dirigi e dirijo", garantiu.

Recorde-se que na época 2016/17, Castro deixou o comando do FC Porto B para assumir a liderança do Rio Ave.