Politica

PAN quer soluções para pessoas que acumulam animais em casa

Diploma do PAN recomenda ao governo a criação de um plano para prevenir e tratar casos de Síndrome de Noé

O PAN apresentou um projecto de resolução, no parlamento, a recomendar ao governo a criação de "um grupo de trabalho com vista a elaborar um plano para prevenir e lidar com os casos da “Síndrome de Noé”. Uma doença que leva as pessoas a acumular um "número desmesurado de animais domésticos, sem lhes proporcionar os cuidados necessários". 

O diploma dá o exemplo de uma moradora, no prédio onde se localiza a sede do PAN, que "acumulou cerca de 100 gatos, mantendo-os no seu apartamento" e garante que é "só um exemplo daquilo que acontece por todo o nosso país".

"Se é verdade que estas pessoas têm uma intenção genuína de ajudar os animais, também é verdade que não reconhecem qual o limite máximo de  animais que podem ter com qualidade de vida para os animais e para as próprias pessoas, assim, vão acumulando até chegarem a situações insustentáveis para todos, inclusive para a saúde pública", alerta o projecto de resolução do PAN.

O objectivo é criar um grupo de trabalho com "profissionais de saúde e comportamento animal, psicólogos, psiquiatras e assistentes sociais, com vista à prevenção e tratamento de casos de Síndrome de Noé".