Sociedade

Hoje viajou-se de cuecas no metro de Lisboa

Foi a 10ª edição da iniciativa


Mantendo a tradição inaugurada há anos, algumas pessoas andaram hoje de cuecas no metro de Lisboa. É uma tradição com origem na cidade norte-americana de Nova Iorque, em 2002, e que por cá também teve alguns seguidores. 

Entre as 15h e as 18h foi possível encontrar algumas pessoas de cuecas neste transporte público subterrâneo. Em Portugal, esta ideia ganhou vigor há cerca de uma década. Também em Londres, Viena, Berlim, Praga e Jerusalém este movimento criou raízes. 

A brincadeira deste ano esteve a cargo da "No Pants Subway Ride Lisboa X". Entre as indicações para se aderir encontram-se a clássica disposição para se tirar as calças e a capacidade de se comportar como se nada fosse. Não é preciso um grande manual de instruções, pois, segundo a organização, a ideia consiste em se ir em grupo para o metro, esperar pelo fecho das portas e tirar as calças. Depois, é fazer-se o que normalmente se faz no metro: ler, ouvir música, conversar, contar carneiros. 

"Entrem na carruagem e façam o que fazem num dia normal no Metro. Podem tricotar, ler uma revista, ouvir música, olhar com ar esgazeado para o infinito - coisas normais que fazem (ou não) durante uma viagem. Há aqui muito espaço para criatividade", pode ler-se na descrição do evento. 

Não é uma iniciativa apenas para jovens. "Os Lisboetas às vezes podem ser distantes e desconfiados, mas a nossa experiência é que rapidamente ficam risonhos. Esta missão é sempre divertida. Já tivemos pais e filhas, irmãos e avós. Podem trazer amigos e família!", lê-se no facebook.