Vida

Globos de Ouro. Oprah Winfrey fala sobre assédio e racismo |VÍDEO

Plateia aplaudiu de pé


A apresentadora Oprah Winfrey fez um discurso poderoso sobre o assédio e racismo. As suas palavras foram recebidas com uma plateia de aplausos em pé.

A apresentadora, que ganhou o Globo de Ouro Cecil B. DeMille por ser “um exemplo a seguir para mulheres e jovens”. Oprah começou o discurso com um episódio de quando era criança: estava a ver os Óscares na televisão quando Sidney Poitier ganhou o prémio de melhor ator e mais tarde, em 1982, o Globo de Ouro Cecil B. DeMille.

“Tenho para mim que, neste momento, haverá alguma menina a ver-me transformar na primeira mulher negra a receber este mesmo prémio”, referiu, dedicando o prémio a todas as crianças e mulheres que quebraram o silêncio e falaram sobre os abusos sexuais.

“Vai ser por causa de inúmeras mulheres magníficas, muitas das quais estão aqui nesta sala esta noite, e por causa de alguns homens fenomenais que lutam duramente para ter a certeza de que vão tornar-se nos líderes que nos vão levar a um tempo em que ninguém mais tenha que dizer 'Me too' ['Eu também'] outra vez”, afirmou a apresentadora.