Altice

Reestruturação sem alterar Portugal

O CEO da Altice Portugal diz que a reestruturação anunciada do grupo com "não altera em nada" o foco estratégico da empresa no mercado português, enquanto o responsável da Altice Europe admite vender o portefólio de torres de comunicações em Portugal e manifestou-se comprometido com a compra da Media Capital.

Aos trabalhadores da Altice Portugal Alexandre Fonseca afirma que o grupo entrou em 2018 "com um importante anúncio" para a ambiciosa estratégia de negócio, com a intenção da Altice NV de autonomizar a Altice USA, tornando-a numa empresa com atuação independente "e, com isto, transformando a Altice NV em Altice Europe, com um novo perímetro de atuação".

Segundo o responsável, ao “autonomizar a Altice USA do grupo Altice, não só promovemos uma maior clareza e simplificação, como alinhamos melhor o nosso foco na liderança e no desenvolvimento dos mercados locais, dando sequência ao momento positivo que iniciámos recentemente".

Assim, "teremos uma maior capacidade de entregar valor acrescentado aos nossos clientes, a todos vós, colegas da Altice, e aos nossos acionistas. No entanto, apesar de este ser um movimento muito significativo, não altera em nada o nosso foco estratégico nem a nossa atuação quotidiana", salientou.

De acordo com o gestor, para Portugal a mudança significa pouco, uma vez que se trata de uma “reorganização ao nível jurídico, financeiro e de estrutura, visando uma simplificação orgânica”, acrescentando que as prioridades se mantêm.

O CEO da Altice Portugal revelou ainda que as prioridades da empresa são otimizar a 'performance' em cada um dos mercados, com particular foco no serviço ao cliente e na maximização do valor do ciclo de vida de cada cliente; consolidar o investimento em infraestruturas; concretizar o 'turnaround' operacional e financeiro sob a liderança da nova equipa de gestão; e monetizar o investimento em conteúdos através de novos e inovadores modelos de televisão paga e de receitas crescentes de publicidade.

"Acreditamos - e já demonstrámos - que existem imensas oportunidades no nosso mercado e esta decisão [de reorganização do grupo] apenas reforça a nossa ambição e expectativa ", salientou Alexandre Fonseca num email aos trabalhadores.

Antes, o presidente executivo da Altice Europe admitiu vender o portefólio de torres de comunicações em Portugal e manifestou-se comprometido com a compra da Media Capital, que ainda está a ser analisada pela Autoridade da Concorrência.

“Em Portugal não estamos focados em vender quaisquer ativos. Estamos muito comprometidos na compra da Media Capital", disse Dennis Okhuijsen numa conferência telefónica com jornalistas, na sequência do anúncio da separação das atividades nos EUA e  Europa.

"A única coisa que estamos a ponderar em Portugal é a venda do portefólio de torres [de telecomunicações] que temos e que consideramos um ativo não estratégico para nós", acrescentou, salientando que o assunto está sob análise.