Sociedade

Voto em braille estará disponível em breve

A proposta prevê que existam boletins de voto com matriz em braille.

O voto em braille poderá ser uma realidade já em 2019. António Costa assegurou que só falta a Assembleia da República aprovar a proposta “em tempo útil” para que o voto em braille esteja disponível já no próximo ano.

Caso a proposta seja aprovada a tempo, haverá “condições para, no próximo ano, poder ter eleições legislativas e europeias com o boletim de voto com a matriz em braille”, garantiu o primeiro-ministro no debate quinzenal desta terça-feira.

André Silva, deputado do PAN, pediu ainda a presença de intérpretes de língua gestual nos serviços do Serviço Nacional de Saúde para que os pacientes surdos se possam expressar.