Agricultura

Produtores querem exportar 100 milhões de euros de Pêra Rocha em 2019

A Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha (ANP) espera atingir 100 milhões de euros de exportações em 2019, através do aumento em ações de promoção internacional.

Produtores querem exportar 100 milhões de euros de Pêra Rocha em 2019

"Entre janeiro e novembro de 2017, as exportações de pera rocha ultrapassaram os 82,4 milhões de euros, um aumento de 19% em comparação com 2016. Com as ações de promoção e divulgação previstas, a ANP espera alcançar os 100 milhões de euros de exportações em 2019, o que equivale a um crescimento de 21% face ao valor atual das vendas internacionais deste fruto", referiu, em comunicado, a associação.

A primeira ação de promoção internacional em que os produtores estarão presentes é a 'Green Week' (Semana Verde), feira de produtos hortofrutículas que começa quinta-feira e decorre até 28 de janeiro na capital da Alemanha.

“A presença em Berlim pretende divulgar a Pera Rocha junto dos consumidores alemães e insere-se no Projeto de Promoção Global da Pera Rocha nos Mercados Externos, desenhado pela ANP para reforçar as exportações” na Alemanha, França, Reino Unido, Brasil e Espanha”, diz o comunicado.

Da promoção nestes cinco mercados, considerados estratégicos, é, segundo a ANP, “valorizar este fruto português, aumentando a sua visibilidade fora do país”. Segundo a ANP, “Brasil, Reino Unido, França, Alemanha e Marrocos são, por esta ordem, os principais destinos da Pera Rocha e absorveram 81% do valor das exportações entre janeiro e novembro de 2017”.

“O mercado alemão em particular registou um crescimento de 90%, atingindo perto de 8,2 milhões de euros em exportações no mesmo período”, acrescenta a associação. 

O projeto de promoção global da pera rocha nos mercados externos é cofinanciado pelo Compete 2020, no âmbito do Programa Operacional de Competitividade e Internacionalização e prevê um investimento global de mais de 400 mil euros. 85% do valor é financiado pelo FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Os comentários estão desactivados.